CASA DE MISERICÓRDIA

Atualizado: 12 de Dez de 2019

Antigo hospital público de Manaus, o prédio da Santa Casa está abandonado e é exemplo de descaso dentro do cenário político e histórico atual.

Fotos: Luiz Maudonnet Texto por Tiago Queiroz e Luiz Maudonnet



A Santa Casa de Misericórdia, antigo hospital público de Manaus, no estado do Amazonas, está em ruínas. O que já foi um dos melhores hospitais da região, hoje em dia é um espaço renegado e esquecido, ocupado por escombros e indivíduos marginalizados que frequentam o local. Entre 2015 e 2019, foram registrados 8 homicídios nas dependências do antigo prédio.


Em 2004, o governo estadual, à época, cortou os repasses orçamentários indispensáveis à manutenção da instituição e, por falta de recursos, o hospital foi obrigado a fechar as portas, encerrando as atividades.

Desde então, uma onda de depredação ao imóvel se alastrou, tendo em vista a ausência de vigilância. Suas coberturas, esquadrias, fiação e tudo o que pudesse ser vendido, foi furtado.




Em 2014, o prédio da Santa Casa foi tombada pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), passando a ser patrimônio cultural nacional. Ao invés de auxiliar na manutenção do imóvel e impedir a sua deterioração, houve o efeito contrário, já que agora sua preservação estava nas mãos de um governo omisso, e a iniciativa privada impedida de comprar o imóvel e reformá-lo.

Cercado pelos escombros, todo domingo um grupo de católicos realiza uma missa na antiga capela do hospital. Os religiosos levam toda a estrutura necessária, desde velas e ornamentos cristãos até as caixas de som, e ao final tudo é desmontado e levado embora. Tal evento dá a medida do valor histórico que a Santa Casa tem para a população de cidade.



A Santa Casa de Misericórdia de Manaus e o Museu Nacional no Rio de Janeiro são exemplos de descaso dentro do cenário atual, onde milhares de imóveis históricos espalhados pelo Brasil estão abandonados devido a falta de políticas públicas efetivas e de um sistema normativo eficaz e, portanto, perigam desabar, desaparecer, levando junto toda sua história e importância.












Para saber mais sobre o trabalho de Luiz Maudonnet:

https://www.instagram.com/luizmaudonnet/



  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle

EVERYDAY BRASIL 2018